Orientação Técnica “Prevenção ao Bullying” na Diretoria de Mirante

A Diretoria de Ensino de Mirante do Paranapanema realizou no 14-12 orientação técnica para professores mediadores escolares com o objetivo discutir e estudar maneiras de trabalhar o bullying na escola. Embora possa ocorrer — é verdade! — em ambiente de trabalho ou entre vizinhos, por exemplo, a escola é o local mais suscetível à prática de bullying. As crianças e os jovens, por estarem em fase de formação, também vivenciam necessidade de autoafirmação e, às vezes, não estão acostumados a conviver com diferenças. Pode vir daí a origem dessas práticas inaceitáveis de discriminação e superioridade. Tanto vítimas quanto agressores podem sofrer consequências psicológicas dessa situação de agressão, seja ela física ou psicológica. Baixa autoestima, dificuldade de aprendizado, dificuldade de socialização, ansiedade, medo e até em alguns casos depressão podem estar associados ao bullying. Entre os pequenos, pode haver atraso no desenvolvimento e em alguns casos outra consequência pode ser queda no rendimento e até mesmo evasão escolar. No ambiente escolar, é importante ficar atento às formas que os agressores usam para intimidar as vítimas. Elas são as mais diversas, como: dar empurrões e pontapés; insultar; criar boatos humilhantes; criar situações vexatórias; inventar apelidos que ferem a dignidade; captar e difundir imagens (inclusive pela internet, que configura um caso de cyberbullying); ameaçar presencialmente e por mensagens; excluir de atividades sociais ou pedagógicas (como trabalhos em grupo). O encontro, 5º do ano, foi coordenado pelas supervisoras Maria Elena Padovan Couto e Silvana Ferreira Magalhães Costa. A Diretoria de Mirante do Paranapanema tem como dirigente Enio Magro.