Escola Santa Clara tem Finalista do Prêmio Educador Nota 10

Em comemoração ao Dia dos Professores, celebrado na primeira quinzena de outubro (18), a Secretaria de Educação de São Paulo homenageou 29 educadores da rede que se destacaram dentro e fora da sala de aula. A professora Daniela Arfeli foi uma das homenageadas no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, pelo Secretário Estadual de Educação, João Cury por ser finalista do Prêmio Educador Nota 10. Na solenidade a docente foi acompanhada: esposo Givanildo Ferreira, da pequena Maria Clara (sua filha de apenas três meses), do Dirigente regional de Ensino de Mirante do Paranapanema – Enio Magro, e Marina Paiva, PCNP de Língua Inglesa. A cerimônia de reconhecimento aos educadores também contou com a presença do governador Márcio França, a Secretária-Adjunta, Cleide Bauab Eid Bochixio, e a presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado de São Paulo, Lúcia França.

Criado em 1998, pela Fundação Victor Civita, o Prêmio Educador Nota 10 reconhece professores da Educação Infantil ao Ensino Médio, coordenadores pedagógicos e gestores escolares de todo o país. Milhares de educadores, de escolas públicas e privadas, inscrevem seu trabalho a cada edição do Prêmio em diferentes áreas de conhecimento. Em 2018, foram recebidas mais de 4100 inscrições de todas as regiões e estados do Brasil, em todos os segmentos. Daniela foi finalista, tendo seu trabalho entre os 50 melhores do Brasil. Com muita dedicação e amor, a professora desenvolveu com os alunos do 1º ano do Ensino Médio, da Educação de Jovens e Adultos, uma sequência didática enfocada no gênero poema, a partir da obra O menino poeta, de Henriqueta Lisboa, no sentido de contribuir para o aperfeiçoamento do letramento literário.

Emocionada a professora afirmou “Fiquei entre as finalistas do prêmio Educador Nota 10 graças à dedicação dos meus alunos da Educação de Jovens e Adultos – EJA que apresentaram excelente resultado na produção de poesias de autoria e desenvolvimento de toda a sequência de leitura. Agradeço imensamente a Deus, minha família, aos profissionais da escola Santa Clara, aos meus grandes mestres da UEM – PROFLETRAS e todos que me ajudaram no desenvolvimento desse trabalho. Nós aprendemos muito com o estudo de textos literários. Trabalhar com a temática da fugacidade da vida na EJA foi relevante, uma vez que os alunos compreenderam o passar do tempo, principalmente a educação formal, pois não tiveram acesso na idade própria. O tema trabalhado através da intertextualidade faz parte da vida dos alunos, por essa razão levaram-os a refletir sobre si-mesmos e sobre o outro que o cerca”.

Com toda honra e gratidão manifesto em poucas palavras, mas com grande satisfação e felicidade, congratulações a querida professora Daniela Arfeli, da E.E. Assentamento Santa Clara, de Mirante do Paranapanema, que não mediu esforços para concorrer e tornar-se uma finalista Top 50, no Prêmio Educador Nota 10, da Fundação Victor Civita 2018. Sabemos que a docente desafiou jovens e adultos. Tomo a liberdade de chamar de “seus”, a buscarem em sua própria experiência e nos saberes que a leitura dos grandes poetas trouxeram: compreender, analisar, interpretar e produzir, não frases feitas, mas a própria vida no papel. E usando o Tempo como tema para trilhar esse caminho de sucesso, tornou-se para nós, da Diretoria de Ensino de Mirante do Paranapanema, para os gestores, professores, alunos, gremistas de sua unidade escolar e para sua preciosa família, que tive o prazer de conhecer, um grande exemplo de professora”, concluiu o dirigente regional de ensino da Diretoria de Mirante do Paranapanema, Enio Magro.