Alunos do Programa MédioTec – Agronegócio e Análises Químicas viajam para Minas Gerais – Machado

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo e o Instituto Federal Sul de Minas abriram inscrições em 2017 para inúmeros cursos, com vagas para alunos matriculados na 1ª e 2ª séries do Ensino Médio. No programa, o estudante faz o regular e aprende, ao mesmo tempo, uma profissão de nível técnico. A E.E. Professora Takako Suzuki de Narandiba, aderiu, e foi contemplada com os cursos de Agronegócio e Análises Químicas. A versão EAD do MedioTec tem duração de mil a 1,2 mil horas, sendo 20% delas presenciais ministradas em unidades da rede estadual, neste caso as aulas presenciais são realizadas na referida unidade. Os critérios para a seleção dos alunos de Narandiba foram: alunos beneficiários de programas sociais, rendimento em Língua Portuguesa e Matemática na 1ª e 2ª séries do Ensino Médio em 2017 (1º bimestre); e frequência. Alunos que cursaram o Ensino Fundamental – Anos Finais (6º ao 9º ano ou 5ª a 8ª série) integralmente em rede pública também foram preferência no preenchimento das vagas. Narandiba tem por volta de 55 alunos no curso de Agronegócio e 38 no curso de Análises Químicas. O curso de Agronegócio tem como tutora a professora Aline Leonardo e como coordenadora a professora Edna Biscaíno Alcântara Ferreira, o de Análises Química como tutora a professora Gilmara Luz e como coordenadora a diretora: Angélica Mira Domene Vasconcelos. Na oportunidade o referido Instituto ofereceu aos alunos palestras  “Agroecologia – unindo campo e cidade”, proferida pelos membros do grupo NEAPO – Núcleo de Estudos em Agroecologia e Produção Orgânica: Talita Cristina dos Santos, Vítor Pilz Fidelis e Dárcio Alves Braga Filho,  fizeram sugestões de pesquisas e leitura; os alunos visitaram junto com professores que só conheciam “virtualmente” todos os espaços físicos do campus – Produção de café e todo o processo de beneficiamento até o comércio; as produções de caprinocultura, equinocultura, bovinocultura, avicultura, cunicultura, suinocultura, olericultura a acompanhados dos técnicos Ivan Carlos de Macedo e Aydison Neves Resende. A E.E. Professora Takako Suzuki de Narandiba tem como diretora a senhora Angélica Mira, como vices as senhoras: Maria Elena Monteiro, Edna Biscaíno, como coordenadora pedagógica Gilmara Luz. Ainda acompanham os projetos da referida unidade escolar a PCNP de Projetos Especiais professora Ivani Pereira, supervisor de Ensino Kleber Guanieri. A Diretoria Regional de Ensino tem como dirigente o professor Enio Magro. A logística para o importantíssimo trabalho de campo contou com a colaboração do prefeito do Município de Narandiba Itamar dos Santos Silva.